Tempos Modernos – Resenha sobre um filme passado que já ditava o presente e futuro

Tempos Modernos – Resenha sobre um filme passado que já ditava o presente e futuro

“Tempos Modernos” é um filme que apesar de ter sido produzido na década de 30, até hoje traz à tona uma temática muito impactante e controversa em nossas vidas: o TRABALHO. Trabalho este que explora ou dignifica o homem; que alicerça nossos objetivos e nós mesmos através da identificação que estabelecemos com a função que exercemos.

Como aumentar a produtividade no ambiente de trabalho, buscar inovação e otimizar os processos são questões que continuam em pauta, e que se tornaram mais necessárias do que nunca. Isso se enfatiza se realizarmos uma simples pesquisa nos sites de busca. Como resultado, encontraremos uma infinidade de opções, porque não dizer “manuais” para que nosso cotidiano seja facilitado e para que possamos adequar o quase sempre escasso tempo que temos para conseguirmos realizar todas as tarefas que precisamos.

Mas, neste frenesi diário, acabamos nos esquecendo como o ritmo desenfreado de nossas vidas acaba impactando nossa relação com o trabalho, e por consequência, também nos esquecemos a importância de estarmos realmente conectados com essas novas funções, que carregam consigo uma série de novas competências e habilidades, nos convidando a se reinventar para nos manter atualizados no mercado de trabalho.

O filme em questão retrata escancaradamente a forma árdua como o personagem Carlitos, interpretado por Charles Chaplin tenta se adaptar à rotina de trabalho, mas sucumbe frente a esse novo modelo. São os primeiros sinais da chegada da modernidade.

A Revolução Industrial, que agora está em sua 4ª edição, deu início a um novo movimento que trouxe consigo uma série de novas profissões, que exigem  novas competências e novas atitudes. Hoje, essas exigências e mudanças estão cada vez mais rápidas. Podemos observar um aumento no adoecimento das pessoas: Depressão, Transtornos de Ansiedade e o novo mal: SPA (Síndrome do Pensamento Acelerado).

O quanto estamos nos preparando para lidar com esse novo momento? Quais as motivações que podemos encontrar para lidar com o novo? O novo cenário exige profissionais reinventados e não necessariamente novos. Para destacar-se é preciso demonstrar versatilidade, não só na execução das tarefas, mas também quando falamos sobre nossas emoções. É justamente neste contexto que a agilidade emocional se mostra indispensável.

Agilidade emocional consiste em aprender a lidar com nossos sentimentos e a partir disso saber enxergar os pontos positivos existentes em cada situação. Suprimir nossas emoções só as tornam mais intensas, o que não traz nenhum benefício a nossa mente e ao nosso corpo. No mundo corporativo isso não é diferente. Visando um olhar otimista, os grandes empresários já começaram a colocar em prática a agilidade emocional, mas e você? Tem colocado isso em prática?

Nestes novos tempos, há desafios, mas também muitas oportunidades. Por isso, a Infinita EPH te convida a refletir este assunto na palestra gratuita “Desafios e oportunidades: como enfrentar as mudanças na vida e no trabalho aplicando Agilidade Emocional” dia 25 de setembro, das 19h às 22h, no Hotel Premium, em Campinas (SP). Inscreva-se!

https://www.sympla.com.br/desafios-e-oportunidades-como-enfrentar-mudancas-na-vida-e-trabalho-aplicando-a-agilidade-emocional__354071

 

 

No Comments

Post A Comment