SAIU NA MÍDIA- Carla Béck fala sobre a importância da agilidade emocional – Mundo do Marketing

SAIU NA MÍDIA- Carla Béck fala sobre a importância da agilidade emocional – Mundo do Marketing

A pesquisa da Ipsos Mori feita para a BBC com 27 países, divulgada em abril desse ano, apontou que em apenas uma década, o Brasil ficou mais dividido e menos tolerante. O estudo quis saber se as pessoas estão mais ou menos tolerantes em relação a pessoas com diferentes origens, culturas e pontos de vista se comparado com a década passada. 45% dos brasileiros disseram estar menos tolerantes, contra 29% que disseram estar mais tolerantes. A média global foi de 39% menos tolerantes e 30% mais tolerantes.

Algumas técnicas vêm sendo aplicadas para ajudar a lidar com situações como a vulnerabilidade à tolerância apontada pela pesquisa. A Agilidade emocional, conceito desenvolvido por Susan David, psicóloga e professora na Harvard Medical School é uma delas.

Suzan participou do evento HSM Leadership Summit 2018 realizado junho em São Paulo e mencionou a importância da agilidade emocional para a vida pessoal.

“A agilidade emocional é essencial para termos sucesso em todos os aspectos da nossa vida” e complementou sobre o papel de seu uso nas organizações.

“Ter agilidade organizacional demanda agilidade emocional. Assim, criamos um senso de vulnerabilidade, conseguimos nos relacionar melhor com os outros e ser mais inovadores”.

Carla Béck, Ceo da Infinita Eph também destaca a importância da Agilidade Emocional em artigo publicado esse mês no Portal PME NEWS. Ela sinaliza a ajuda dessa técnica na superação dos desafios que a vida oferece para se fazer escolhas diferentes para evoluir.

“A agilidade emocional trata da capacidade que temos de chegar ao nosso mundo interior, como por exemplo, os pensamentos, emoções, experiências, histórias próprias e utilizar essas experiências como aprendizados, possibilitando avaliar as situações que enfrentamos com mais propriedade sobre nossas escolhas, enfim, sendo mais perspicazes sobre as infinitas possibilidades que possuímos”.

Carla cita também alguns exemplos de se aplicar a agilidade emocional no dia a dia e também na vida profissional.

“Ser ágil emocionalmente não significa não sentir medo frente às situações, mas ter coragem de olhar para quem você é e assumir uma nova postura frente à vida.”,”Ser ágil emocionalmente é reconhecer a sua vulnerabilidade e escolher uma forma mais perspicaz para lidar com ela.”, “Ser ágil emocionalmente é encarar suas potencialidades e limitações de frente”. Outros exemplos são citados no artigo pela executiva e convida os leitores a colocar a agilidade emocional em prática.

Website:

https://www.mundodomarketing.com.br/noticias-corporativas/conteudo/182923/como-aplicar-a-agilidade-emocional-no-seu-dia-a-dia

 

No Comments

Post A Comment