O propósito como investimento estratégico nas empresas

O propósito como investimento estratégico nas empresas

Segundo dados da pesquisa People on a mission do Instituto Korny Ferry, empresas com propósito claro chegam a crescer até 3 vezes mais do que seus pares de mercado. O propósito é um investimento estratégico nas empresas!

O propósito como investimento estratégico nas empresas

Propósito. Eis um termo que tem sido cada vez mais discutido por profissionais de diferentes áreas. Se de um lado, consultores e coaches dedicam-se diariamente a ajudar pessoas a identificarem qual seria o seu propósito de vida, do outro, grande parte das organizações seguem ainda à margem dessa discussão. Mas o que seria o propósito, e por que as organizações deveriam se preocupar mais com este tema?

Mais do que um simples modismo, a discussão que permeia o entendimento real do propósito de cada organização está associada a aspectos muito básicos do comportamento humano. De acordo com o psicólogo americano William James, o melhor que podemos fazer de nossas vidas é empregá-la em alguma coisa mais duradoura que a própria vida. É justamente este o sentido do propósito, que seria a necessidade natural que todos temos de fazer parte de “algo maior”.

Do ponto de vista da neurociência, quando falamos de propósito estamos falando de inclusão. Como animais sociais, pertencer a um grupo é capaz de ativar no nosso cérebro diferentes áreas do Sistema Motivacional Apetitivo, que juntas favorecem aspectos ligados ao processo criativo, à empatia, à comunicação e à tomada de decisão. A partir do compartilhamento de crenças, valores e opiniões, o propósito permite a criação de uma identidade para o grupo, o que aumenta a confiança e favorece o relacionamento entre as pessoas da equipe. Este processo impacta diretamente a qualidade de vida dos colaboradores, sua saúde, seu engajamento, e inclusive sua produtividade.

O propósito organizacional diz respeito à maneira como a empresa pretende impactar a sociedade, de preferência de forma única e autêntica. Este movimento dá significado à existência do próprio negócio e se conecta intimamente com a razão de ser dos indivíduos que interagem com esta organização, incluindo parceiros, colaboradores e consumidores. É justamente este alinhamento que garante uma maior eficiência em todos os processos descritos anteriormente.

Agindo como um elemento propulsor, o propósito é importante para uma organização ao longo de toda trajetória. Entretanto, para que tenha resultados, é importante que o propósito seja verdadeiro, e que consiga ser comunicado de maneira consistente e eficiente. Nesse sentido, as organizações precisam fazer um exercício de olhar para dentro e descobrir quais são seus verdadeiros valores e, o mais importante, qual a sua “razão de existir”.

O propósito organizacional permite um compartilhamento genuíno de valores entre pessoas que estão dentro e fora da organização. Esse processo no nosso cérebro gera um padrão de aproximação, que se relaciona com a sensação de pertencimento e a construção do que chamamos de suporte social, e é considerado um padrão emocional muito forte para espécies sociais como a nossa. 

Muitas vezes o propósito organizacional já foi identificado, mas talvez não esteja sendo bem comunicado ou a liderança da empresa não sustenta seu discurso de maneira coerente. É importante para a organização, portanto, estar atenta à maneira como este propósito é vivido pelas pessoas diariamente e zelar pela manutenção de uma cultura forte alinhada aos seus valores.

Vamos continuar o bate-papo? Confira vídeo da Carla Béck sobre Propósito!

No Comments

Post A Comment