O RH DO FUTURO

O RH DO FUTURO

Com a evolução de pessoas, processos e metodologias nas empresas, o setor de Recursos Humanos também precisa se manter atualizado. Grandes mudanças no perfil dos profissionais de RH, nas ferramentas utilizadas por eles e nos conceitos aplicados à área abrangem o que está sendo chamado de “RH do futuro”.

São três as diferenças mais significativas entre o RH tradicional e do futuro:

Preparo dos profissionais de RH

A régua vai subir muito. O perfil será o “profissional T”, em que a vertical simboliza a profundidade técnica em uma prática específica (desenvolvimento, remuneração, relações trabalhistas etc) e a horizontal simboliza a mentalidade generalista (curiosidade, relacionamento interpessoal, influência, resolução de problemas etc).

Estrutura e práticas de RH

A estrutura será mais horizontal, ágil e próxima das áreas de negócio para construir em conjunto as soluções. As práticas de RH (gestão de desempenho, remuneração e benefícios, engajamento etc.) serão mais flexíveis e adaptáveis para atrair e reter os melhores profissionais, dado que temos 4 gerações trabalhando juntas e cada uma com necessidades específicas.

Tecnologia

Ela será uma aliada importante do RH para trazer eficiência, reduzir custos, melhorar a qualidade das informações. O RH será menos focado em gerar relatórios de informações e mais focado no processo decisório que elas possibilitam. O uso de ferramentas de people analytics possibilitará ao RH utilizar métricas mais assertivas e estratégicas de performance.

Os principais impactos que o RH do futuro precisa gerar para o negócio da empresa

O RH do futuro precisa ajudar os líderes a melhorar a qualidade do seu processo decisório como um todo. Por meio de métricas inteligentes de capital humano, desenvolvimento de comportamentos alinhados à estratégia, captação dos melhores talentos do mercado, requalificação dos profissionais, construção de times de alta performance e criando condições para a empresa aprender mais rápido e em escala.

Novas frentes de atuação do RH do futuro e o que muda no perfil dos executivos de RH

O RH precisa estar muito envolvido em todo o processo de inovação da empresa. Criar condições para a mudança de cultura necessária, ajudar no desenho de novos processos e estrutura organizacional, promover nudgings, ou seja, pequenas alterações no ambiente de trabalho para facilitar a escolha de novos comportamentos (tais como layout, times virtuais, comunicação interna etc.), treinar times em abordagens ágeis e, principalmente, desenvolver credibilidade para ser ouvido e influenciar a agenda estratégica.

Os principais desafios na transformação de um RH do modelo tradicional para uma atuação mais estratégica e ágil

O principal desafio na transformação do RH é desenvolver agilidade de aprendizagem. Adotar uma postura de lifelong leaner (aprendiz para toda a vida). Isso envolve:

  • Ter a coragem de desafiar com propriedade o status quo (e correr o risco de ser visto como menos diplomático e gentil);
  • Antecipar os problemas da organização e ser propositivo nas soluções;
  • Sair da posição confortável de expert em pessoas e assumir os riscos de dar ideias originais, típicos dos empreendedores;
  • Construir relacionamentos de confiança e influenciar estrategicamente;
  • Formar um time forte de RH e não tolerar mediocridade;
  • Fazer o esforço contínuo de atualização sobre temas relacionados ao negócio e a tecnologia (ler, fazer cursos, visitar clientes e parceiros etc.);
  • Buscar feedback de seus pares e clientes para melhorar continuamente.

Comece a se preparar para 2020 agora! Clique aqui e se inscreva no Workshop “Prepare-se para 2020”, com Carla Béck

No Comments

Post A Comment