Por que é tão difícil mudar comportamento?

Por que é tão difícil mudar comportamento?

Vivemos diante de um cenário de prevenção que nos alerta: lave as mãos, use álcool em gel, você leva sua mão no rosto diversas vezes ao dia. Simples assim! Mas por quê é tão difícil mudar comportamento? Nosso cérebro tem um sistema para que você consuma menos energia, para que você tenha padrões de comportamento automatizados, inclusive nestes aspectos que envolvem “ir lá e usar um álcool em gel”, por exemplo. Estas pessoas que não se atentam a lavar a mão e usar o álcool em gel vão precisar ter muita atenção e engajamento e compreender a importância de fazer, de adotar um novo comportamento. Isso não está apenas no aspecto e na mensagem “você tem que ter força de vontade”, você tem que ter engajamento, entender qual é o seu compromisso nesta mudança de comportamento, no que impacta para assumir este novo modelo e forma que você vai ter que comportar. Então exige muito deste compromisso. Por isso que observamos aspectos de saúde sendo deixados de lado.

Mudança de hábito exige ter atenção, entender realmente o impacto desta ação, estabelecer regras e comportamentos. Você precisa de compromisso e entender realmente a questão do impacto dessa sua ação e estabelecer regras e comportamentos. Se você não estiver atento, precisa que outras pessoas ajudem a perceber alguns movimentos.

A mudança de hábito começa a partir do momento que você tem consciência de como você faz. É necessário um trabalho constante para que as pessoas tenham consciência, pensar em alguns gatilhos de alguns comportamentos em nome dessa promoção positiva da saúde. As pessoas têm que ter responsabilidade e comprometimento e entenderem de que maneira fazem parte da cadeia.

Tem também a questão da proximidade, de quão distante as pessoas estavam até então da crise do coronavírus. Crises e mortes acontecem a todo o momento, mas nem sempre elas acontecem à nossa volta. Quando a crise do coronavírus estava mais aguda na China, o Brasil estava voltado para o Carnaval. As pessoas precisam entender que a Globalização existe e que ela impacta nesta questão da saúde também, trazendo aspectos positivos em um momento e negativo em outros.

Agora é o momento de adotar comportamentos positivos e para que eles se tornem hábito.

CONFIRA TAMBÉM REPORTAGEM SOBRE O ASSUNTO QUE CONCEDI ENTREVISTA NA EPTV!

Pratique o autoconhecimento e potencialize-se!

No Comments

Post A Comment